Peixe
Esmerilhadeira, Arduino, programação
Dimensões variáveis
2017
Peixe

A obra é uma máquina conectada a um sensor de presença. Uma tira de borracha em forma de cauda presa a uma esmerilhadeira repousa no chão.

De repente, desperta em movimentos agônicos e randômicos, espaçados no tempo, reproduzindo os espasmos musculares de um
peixe fora d’água.

Esta ação mimética faz referência ao encontro entre os universos industrial – frio e objetivo – e a subjetividade presente no mundo natural. A ação inusitada de uma máquina assumindo um desespero animal remete ao hibridismo entre os dois universos e as consequências da industrialização da vida como um todo.
HOME